O presente artigo busca apresentar como a psicanálise e a sexologia entendem o comportamento do ser humano a respeito do sadomasoquismo e os processos psíquicos no qual o mesmo passa em cada fase do seu desenvolvimento. Vale salientar algumas contribuições de Freud a respeito do sadismo, do masoquismo, dos impulsos sexuais e da sexualidade infantil. Portanto, no século XIX surge à sexologia como uma nova ciência com o proposito de classificar os tipos de comportamentos sexuais de homens e mulheres buscando compreender os desejos, atitudes e fantasias sexuais nas relações. Percebe-se, que ainda existem muitos preconceitos da sociedade em relação aos os indivíduos que praticam o sadomasoquismo, a falta de conhecimento faz com que o assunto se torne difícil de ser entendido. Para muitos o sadomasoquismo é algo imoral, onde é impossível sentir algum tipo de prazer, é visto como um ato sexual onde ocorrem apenas perversões, sofrimento, punições, dominações e humilhações. O objetivo geral foi conhecer o sadomasoquismo à luz da psicanálise e sexologia. A pesquisa se caracteriza a partir do método descritivo, de natureza básica, classificada como uma pesquisa exploratória, de abordagem qualitativa, com o procedimento técnico bibliográfico. Conclui-se que a construção do sujeito que pratica o sadomasoquismo não depende de fatores genéticos, mas é um resultado amplo do ambiente familiar e social no qual o indivíduo vai crescer, ou seja, as experiências vividas na infância moldam a maneira como o sujeito obterá prazer na vida sexual adulta.
Clique Aqui para Baixar a Obra Completa
Tipo De Obra: Artigo Científico
Classificação Temática: PSICOLOGIA
Ano: 2018
Cutter: S586
Publicação: 01-11-2019
Nº Páginas: 36
Autores:
JAQUELINE CRISTINA DA SILVA (---)

Orientadores: 
M.Sc. CAMILA DE ALENCAR PEREIRA (Lattes)

M.Sc. SOCRATES PEREIRA FERREIRA (Lattes)

Palavras-Chave: 
  • Masoquismo
  • Perversão
  • Psicanálise
  • Sadismo
  • sexualidade
Keywords: 
  •  Perversion
  •  Psychoanalysis
  • Masochism
  • Sadism
  • sexuality